Conceição do Araguaia (PA): sabor e arte, o encanto dos bolos artísticos


Confeitaria afetiva e criativa, denominações que contextualizam o novo ciclo dos empreendimentos gastronômicos que conseguem ativar os encantos da memória afetiva ao unir o sabor atemporal de outrora e a plasticidade contemporânea que leva arte aos feitos gourmet.

Formada em Pedagogia e confeiteira de coração, Priscila é uma das referências pela dedicação e perfeccionismo na elaboração dos mais variados bolos e doces personalizados. Produtos que exigem desafios e oportunizam prazerosas sensações ao paladar.

“Comecei a trabalhar com bolos há mais ou menos sete anos, na época, cursava o segundo ano de Pedagogia, quando a confeitaria chegou para ficar em minha vida. Tudo começou com as minhas duas cunhadas que moram em Belém do Pará, elas fizeram um curso em Minas Gerais e foram me repassando algumas receitas para fazer em casa, para nosso consumo, nunca pensei em vender bolos”, contou.


Cuidado detalhista para fazer de cada delícia artesanal uma obra de arte, layout e sabor que impactam pelo poder inovador da profissional. Dos clássicos aos inéditos, o toque autoral aufere identidade própria para os feitos que ganham assinatura da Boleria Doce Vício.

Entregar além do imaginado é superar expectativas, uma missão necessária para os que desejam empreender no ramo da confeitaria. O conceito “criativo” vem justamente com o ato de interagir permitindo envolventes surpresas.

Priscila lembra como tudo começou, a partir de uma doação nasceu o empreendimento de sucesso que está em plena expansão, o aprimoramento na área mostra o desejo de avançar ainda mais proporcionando memoráveis doces experiências no interior do Pará.


“Certo dia resolvi doar dois bolos para a igreja na qual frequentava, desde esse dia comecei a receber pessoas na minha casa querendo encomendar bolo. No mês que doei para a igreja, fiz 12 bolos de encomenda, desde então a demanda só aumenta, graças a Deus. Me formei e nunca trabalhei como pedagoga. Minha paixão é bolo infantil, em aproximadamente sete anos de confeitaria, meu primeiro curso nessa área será em fevereiro, nos dias 14 e 15 em Goiânia”, destacou.

Estilo, carinho, talento e organização, atributos que conquistam paladares exigentes e espalham sabor por Conceição do Araguaia (PA).

Utilizando matéria-prima selecionada, as engenhosas produções artísticas do ateliê são primorosos deleites capazes de preencher e decorar. Proezas que encantam pela plasticidade e interação na dose certa entre todos os elementos envolvidos, um afago nas boas recordações.

Contatos:

WhatsApp: (94) 99187-9501– Instagram: @docevicioo 

Fonte: Redação - Jornalismo Artesanal /Publieditorial


2 Comentários

  1. 11.FEV.19 às 11:13
    Leiliene Cunha

    O melhor bolo da cidade sem dúvidas é da doce vício. O sabor dos bolos e um verdadeiro vício. Recomendo!??

  2. 11.FEV.19 às 20:05
    Mara A.L.Sá

    Priscila,muito me orgulho de seu profissionalismo. De uma tamanha responsabilidade em tudo que faz,seja o mais simples ao mais sofisticado,vc.coloca o amor e a perfeição em cada detalhe, esse é o diferencial. Não tem limites em suas criações, do imaginário à realidade, seus bolos ganham destaque em cada evento à comemorar. Priscila esse momento é o mínimo do que ainda hà de vir em sua vida profissional. Desejo-lhe todo sucesso e que sua vida seja tão doce quanto os seus bolos.

Deixe um comentário

Informe seu nome!



Seu comentário foi enviado para a moderação!